Como aproveitar o corte na Selic e conseguir um emprego novo

O corte promovido pelo Comitê de Política Monetária (COPOM) na taxa básica de juros (Taxa Selic), passando de 13,75% a.a. para 13,00% a.a., terá pouco efeito na economia real no curto prazo.

Isso porque, apesar de o corte ter sido maior do que o mercado projetava (as apostas giravam em torno de 13,25%), as famílias não irão ampliar o consumo da noite para o dia (crescimento da demanda) e as empresas não farão investimentos e contratações (crescimento da oferta). O desemprego deve seguir em alta, dentre outros fatores, porque muitas empresas estão com capacidade ociosa.

Outro fator a considerar é que os juros praticados pelos bancos não deverão cair com a mesma intensidade aplicada pelo Copom. A Taxa Selic representa os juros que o Governo paga aos credores de seus títulos e, mesmo que os bancos tenham muitos títulos do governo, ela tem um impacto pequeno na taxa de juros praticada pelos bancos, pois há muitos outros fatores que compõem o custo financeiro de uma operação de crédito. Atualmente a maior dor de cabeça do sistema financeiro chama-se inadimplência, muito influenciada pela crise e também pelos altos volumes de crédito que foram alocados ao longo da última década.

Mas se esse corte na Taxa Selic não terá efeitos imediatos, como isso pode te ajudar a ser contratado?

Acontece que o simples fato de você saber que a Selic é a taxa de juros definida pelo Governo para financiar a sua dívida, que houve um corte de 13,75% a.a. para 13,00% a.a. e que os efeitos disso na economia real demoram para acontecer, já é um super diferencial em uma entrevista de emprego.

Eu não sou recrutador e nem head hunter. Mas tenho muitos amigos que são. E uma das coisas que os recrutadores consideram na hora de contratar (ou recomendar) um profissional é o seu nível de conhecimentos gerais sobre o que está acontecendo no Brasil e no Mundo. E, apesar de estarmos vivendo uma crise de grandes proporções, a maioria das pessoas não faz ideia do que é Taxa Selic, ou qual o impacto que ela tem na nossa economia.

Portanto, se você falar em uma entrevista de emprego que leu um artigo sobre a Taxa Selic e dar essa breve explicação do tema para o recrutador, mesmo que não domine o assunto, pode ter certeza de que você estará oferecendo uma prova de que busca se manter atualizado e conectado não apenas nas redes sociais, mas também com os principais temas da nossa economia.

Independente da sua área de atuação e do tipo de emprego que você está procurando, a economia exerce enorme influência e o simples fato de você falar no assunto, poderá surpreender e impressionar o recrutador, aumentando as chances de você ser contratado, ou passar para a próxima fase de um processo seletivo.

E é isso! Espero que esta sacada seja útil para você, ou para alguém que você conhece. Por isso, se gostou desse texto, deixe seu comentário, curte e compartilha com seus contatos. Assim, mais pessoas poderão ter insights e ideias para acelerar seu processo de recolocação profissional!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se na lista vip